Altos Papos

Liquida Feira é lançada e deve alavancar retomada do crescimento comercial

Cerca de 1500 lojistas de Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos estão envolvidos na Liquida Feira Social 2021. A campanha, que foi apresentada nesta terça-feira (31) em coletiva de imprensa, no Hotel Atmosfera, tem início amanhã (1º) e segue até o dia 12 de setembro.

Realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Feira de Santana, Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana (Acefs), Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista (Sicomfs) e SPC Brasil, a Liquida Feira pretende alavancar a retomada do desenvolvimento econômico, impactado pela pandemia do coronavírus. A ação conta com o apoio da Rede, Mastercard, Prefeitura de Feira, Governo do Estado e Sebrae.

Pelo segundo ano consecutivo, a campanha também irá beneficiar entidades sociais, que receberão um cartão de crédito (com limite ainda não definido), para as necessidades principais. A Associação Feirense De Assistência Social (Afas), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Centro Social Monsenhor Jessé e Orfanato Evangélico serão os contemplados.

Para estimular as vendas, os comerciantes vão oferecer descontos nos produtos que variam entres as lojas e a cada R$ 50,00 em compras, o consumidor recebe um cupom para concorrer a um Fiat Mobi e 10 vales-compra no valor de R$ 1000,00.

“A gente convoca todo o empresariado para fazer liquidação em suas lojas até o dia 12. Esse é um momento de arrancada no crescimento econômico”, afirma o presidente da CDL, Luís Mercês, acrescentando que a expectativa é de um aumento de 50% nas vendas, comparado a campanha de 2019, ano anterior ao início da pandemia.

Como mais um meio de incentivo ao engajamento empresarial, as organizadoras da campanha prepararam kits com cartazes para serem expostos nas lojas, peças decorativas e cupons. “A Liquida Feira é um passo importante e decisivo que as entidades dão nesse momento de retomada. Experimentamos em agosto um crescimento no comércio e acredito que a campanha vai trazer ainda mais benefícios para esse cenário”, frisa Genildo Melo, presidente da Acefs.

Diálogo com a prefeitura

O diretor do Sindicato do Comércio, Marcos Silva, acrescenta que o diálogo que o setor manteve com a prefeitura foi fundamental para que o comércio de Feira de Santana resistisse durante a pandemia. A afirmação foi reforçada pelo vice-prefeito de Feira de Santana, que participou do lançamento da campanha representando o prefeito Colbert Martins. “A pandemia causou transtorno para todos e o comércio também sofreu bastante, mas o prefeito foi muito consciente com suas ações e contribuiu com a população e o empresariado. Como em todas as edições, mais uma vez a prefeitura colabora com a Liquida Feira, como incentivadora”, pontuou informando que o Shopping Popular está inserido na ação.

Campanhas até o final do ano

A Liquida Feira abre uma série de ações das entidades representativas do comércio para estímulo das vendas até final do ano. Ainda em setembro será realizada a campanha Liquida Brasil; em outubro as lojas devem aproveitar o Dia das Crianças para potencializar as vendas; em novembro tem a Black Friday; e em dezembro, as vendas natalinas.

Funcionamento do comércio aos domingos

Também no lançamento da Liquida Feira, o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Sebastião Cunha, foi questionado sobre a autorização da prefeitura para funcionamento do comércio aos domingos como meio de incentivo às vendas e ressaltou que a se houver entendimento entre a classe empresarial e trabalhadora para que isso aconteça, a prefeitura regulamenta. “Já recebemos essa demanda e acredito que não há nenhum empecilho, desde que haja acordo entre o Sindicato do Comércio e do Comerciário”, assinalou.

Adicionar comentário

Sigas nas Redes Sociais