Altos Papos

Santo Estevão: I Congresso Nacional de Trânsito contará com 25 palestrantes a níveis nacional e internacional

Em comemoração ao centenário da cidade de Santo Estevão, Bahia, a prefeitura municipal, através da Secretaria de Mobilidade Urbana, Transporte Público e Trânsito (SMTT) promove, entre os dias 31 de agosto e 3 de setembro de 2021, o 1º Congresso Nacional de Trânsito. O evento será realizado no Auditório Tereza Maria Silva Gesteira, e a expectativa é de que aproximadamente 300 profissionais da área de trânsito, de mais de 80 cidades, participem presencialmente. O evento também contará com participação virtual. Já estão confirmados mais de 25 palestrantes nacionais e internacionais, com um enfoque voltado para “O papel da mobilidade urbana para o desenvolvimento de uma cidade”.

Os interessados em participar podem se inscrever pelo link https://www.sympla.com.br/i-conatran__1308140# . Os participantes terão direito a certificado.

Os quatro dias de evento foram preparados pela Comissão Organizadora com o intuito de levar aos participantes as mais recentes discussões e temas de grande relevância sobre trânsito e mobilidade. “A área de trânsito é muito carente de espaços de discussão científica, assim a programação foi minuciosamente preparada, que oferecerá muita atualização e práticas, além de assuntos do cotidiano do trânsito que perpassam por toda a atuação de profissionais em diferentes contextos de atuação. Trata-se de uma ampla confluência de temáticas para que seja possível extrair o máximo das discussões acerca das problemáticas relacionadas ao Trânsito e à Mobilidade Urbana no contexto do desenvolvimento urbano”, declara o presidente da Comissão e Secretário da SMTT, Reinaldo Copello.

Na abertura do evento, dia 31 de agosto, às 18h, uma das grandes novidades do evento será a assinatura da carta das Nações Unidas “Ruas para vida: pelas pessoas e pelo planeta”, que lista uma série de práticas a serem adotadas para adaptar o desenho das ruas de forma que fomente uma mobilidade mais sustentável e com menos sinistros de trânsito, com o objetivo de reduzir em 50% o número de mortes no trânsito até 2030. E a palestra de abertura com o renomado professor Roberto Damatta, antropólogo e professor titular de antropologia social do Departamento de Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e professor emérito da Universidade de Notre Dame, que abordará a temática de seu Livro: Fé em Deus e pé na tábua, que trata de como e por que o trânsito enlouquece no Brasil.

Adicionar comentário

Sigas nas Redes Sociais